quarta-feira, fevereiro 11

SAIU NO BLOG DO REGINALDO...

CRÔNICA DA CIDADE Nº 68
(Fonte: Blog do Reginaldo - http://reginaldogouvea.blogspot.com/)

Sendo o carnaval antoninense, considerado a maior festa popular da cidade, era de se esperar desta a administração municipal, um mínimo de sensibilidade e bom senso na preparação antecipada do lugar onde serão recebidos os foliões e os turistas – a avenida Dr. Carlito e confluências.

Será que eles estão sabendo que o nosso carnaval já extrapolou as fronteiras brasileiras, e chegou aos olhos do mundo através da televisão educativa? Duvido que o saibam! Pois se soubessem, por certo teriam se planejado antes, concentrando todos os esforços no trabalho de restauração dos passeios, meio-fios desalinhados, trechos acidentados desde o final da Rua Mestre Adriano até o final da Dr. Carlito, e repondo em alguns lugares os paralelepípedos que tiraram.

Pedindo aos proprietários dos imóveis pintarem a frente de suas residências e estabelecimentos comerciais, até proporcionando-lhes como prêmio, uma redução do IPTU para os próximos anos - inclusive dando uma nova roupagem ao terminal do Ji-kiti em frente a Praça Cel. Macedo.
Lixando e pintando as calçadas e escadarias, desde a Igreja São Benedito até a esquina da Dr. Rebouças, e principalmente, mandar extirpar definitivamente aqueles arbustos horríveis que crescem em cima do prédio onde funciona a secretaria da ação social - prédio este de dimensão histórica incalculável - alugado pela Liga de Defesa Contra Tuberculose a Prefeitura Municipal.

Dar uma capinada geral nas nossas ruas e avenidas principais, não como estão fazendo, roçando somente o capim dos meios-fios, e deixando as ruas e calçadas cobertas de mato. Avisar este grande diretor de obras do Canduca, com status de secretário, que estão incorrendo nos mesmos vezos de antanho.

Antonina, outrora cidade das flores, nesses dias irá aparecer nas passarelas do mundo! Todos vão vê-la e poder admirá-la pela sua beleza inconteste de cidade história - que muito embora parcialmente deformada na sua estética, ainda conserva a exuberância de seus monumentos históricos e, que nem por isso perdera a sua natureza íntima. É importante que se dê neste momento, maior atenção ao seu visual, pois isso, inexoravelmente trará retornos inevitáveis em forma de divisas, de investimento futuros.

Os empresários e industriais estarão de olhos bem aberto para esses detalhes. Todavia, se faz mister que jorre água em abundância nas torneiras do SAMAE dia e noite, que as pequeninas praias da Ponta da Pita e Prainha estejam limpas a disposição dos banhistas que nos visitarão. Que as ruas, as travessas e avenidas que dão acesso a esses importantes logradouros estejam perfeitamente fluentes e conservadas.

Este é o papel precípuo desta administração que tem compromissos assumidos em praças públicas com essa cidade e com essa gente. Entretanto, lamentamos que as coisas pareçam estar funcionando diferente do que sonhávamos – um prefeito apático, titubeante, sem saber por onde começar, visivelmente manietado pelos seus compromissos escusos assumidos com esses “secretários” que aí estão - outros ainda mais incompetentes e despreparados, impostos à goela dentro por esse deputado Vanhoni.

Até que poderíamos nesses dias estarmos nos deliciando com a volta do trem turístico, puxado pela Maria Fumaça – que a ABPF quisera nesses dias atrás nos presentear, mas que pelo descaso desta administração, representado pela secretaria do turismo, fora rejeitada abruptamente sem esclarecimentos plausíveis. Este comentarista, perguntara em encontro que tivemos na residência do Sr. Nelson Pires da Silva ao Dr. José Carlos Brochini, qual teria sido essa fatídica resposta da secretaria do turismo a esse respeito? Ele pesarosamente respondera: sem comentários Nerval Pedro, o caso foi tratado com puro descaso e indiferença por parte dela.

Só para título de conhecimento aos nossos queridos leitores, aqui vai apenas algumas considerações sobre a Maria Fumaça que a ABPF quer nos presentear. Essa máquina está nos estaleiros de Rio Negrinho para seguir viagem até Antonina - seu destino definitivo - pois fora autorizada somente para esta cidade. Ela é a famosa de nº 11. Fora ela que inaugurara a Estação Ferroviária de Curitiba e consequentemente a sua linha até as adjacências.

Esteve por muito tempo em exposição sobre a Ponte Preta da Rua João Negrão em Curitiba, até ser decidido pelo Conselho o seu destino a Antonina. Ela viria repleta de histórias para enriquecer mais ainda o nosso acervo cultural e patrimonial. É, pois, desta forma que está sendo decidido o presente e o futuro do turismo em nossa cidade. É ruim, hem!

(Nerval Pedro é escritor e comentarista)

11 comentários:

  1. QUEM AVISA AMIGO É!
    Que a população antoninense trate de instalar caixas dágua em suas casas, nem que seja no chão, pois vai faltar água na cidade. Já no passado lemos em jornal de circulação na cidade, que nesta época, especialmente no carnaval a cidade consome mais de 80 litros por segundo e o SAMAE só produz 40, como é que água para todo mundo. POIS BEM, TRATE DE SE PREVENIR, QUEM AVISA, AMIGO É !

    ResponderExcluir
  2. "Justiceiro" é morto com dois tiros em Piraquara
    Janaina Monteiro
    Átila Alberti

    ResponderExcluir
  3. GRAÇAS A DEUS MAIS UM ANÕNIMO QUE SE ACABOU FALTA AINDA GUARDIÃO DO PORTINHO, MASCARENHA, E ESTE TAL DE VOX. SEBEM QUE ESTE TAL DE VOX É ASSUNTO PARA OS VEREADORES ACABAREM. DEPOIS DOQUE FOI FALADO DELES NÃO TEM OUTRA SAÍDA A NÃO SER ACABAR DE VEZ.

    ZÉ CARLOS

    ResponderExcluir
  4. Nao temos mais Garí na cidade ou ja c aposentaram ?

    ResponderExcluir
  5. A verdade se da na seguinte maneira: o carnaval assim como a história da maria fumaça está sendo tratado com descaso pelo poder municipal (pelo menos é isso que parece) será que teremos que nos contentar e pensar que estamos no caminho certo apenas ouvindo história que a justiça caçou mais um vereador? parece ser essa a nossa Antonina tenta cobrir os descasos com mudanças em seus governantes!!
    ass: novo comentarista

    ResponderExcluir
  6. Remetente: Fortunato Machado Filho
    Ao endereço: Avenida Cassandra Iconoclasta Recalque da Silva, Condomínio da Inveja Dolorosa, 666.
    A/C: Queridos e fiéis desafetos


    A tentar, a tentar estás.
    A falar mal permaneces.
    Não cansas?
    Estás magoado*
    Mas... Ainda?
    Com o que?
    Eu?
    Eu existo...
    Sei que é difícil esqueceres,
    mas me difamando,
    talvez consigas convencer algumas cabeças fracas
    da mentira que inventou
    que só um tolo não percebe:
    são para convencer-te a ti mesmo
    de que foi melhor mesmo eu ter me afastado.
    Afinal, Oh, como sou má!
    “I’ll be your mirror?”

    Eu?
    Só me lembro de ti quando alguém toca no assunto.
    O que de fato me ocorre neste momento.
    Penso...
    Se continuares me supervalorizando assim
    Vou começar a acreditar
    que sou realmente tanto quanto dizem
    e deixar de falsa modéstia.
    Começarei,
    a partir de agora,
    a cultivar o ibope que continuas a me dar
    mesmo eu a te ignorar.

    Não sei bem o que me move a escrever essas poucas palavras infames.
    Em vão,
    eu bem sei.
    Preocupo-me ainda
    até com o que e quem não deveria.

    Considere este momento como...
    Um vômito.
    Aquele que regurgita
    a bebida vagabunda que bebi enquanto tive a ti como suposto amigo.
    Escrever, como já é sabido,
    é também o meu descarrego cerebral.
    Talvez eu divulgue isso.
    Talvez não.
    Mas cá estou.
    A gastar meu tempo com essa inutilidade.
    ...

    Achei que já estivesses feliz.
    Animei-me com essa possibilidade.
    Assim, poderia deixar de espalhar intrigas sem razão de ser.
    Oh, que infortúnio é sua vida!
    Não é mesmo?
    Não tiveras a mesma sorte de uma família feliz.
    Faltou-te apoio dos que deveriam ter te amado.
    Não foi?
    Quantas vezes reclamastes disso!

    Parece que tens uma placa a brilhar
    “Sou um perdedor!”
    Agrada-te vestir esta pele?

    Essas mentiras...
    Elas ao menos te convencem?
    Se te fazem sentir melhor,
    entendo.
    Ensino-te minha estratégia:
    sempre preferi o silêncio.
    Certos despautérios merecem ser respondidos
    com um longo e barulhento silêncio.
    Eles incomodam mais que as pedras que gasta teu tempo a atirar em mim.

    Eu?
    Não preciso reagir da mesma forma.
    Está óbvio que o que tens
    É dor de cotovelo
    Crônica.

    E ainda assim,
    ainda assim
    com tanto esforço!
    Tens raiva não é?
    Alguém ainda não se convenceu!
    Oh! Que desgraça!

    Tenta.
    Tenta...
    Tenta!

    Pior!
    Essa pessoa me ama?
    Ela me defende?
    E agora, José?

    Tenta.
    Tenta...
    Tenta!

    Mas hoje,
    rompo este longo silêncio
    e depois dele,
    me calo mais uma vez.
    Deixarei-te livre
    pra que escolhas mais uma vez
    Continuar ou não com o que começaste.
    Sua insistência em maldizer-me.

    O triste é perceber
    que continuas afundar no mesmo buraco
    que começaste cavando lá atrás.
    Lembra?
    Lembra sim.
    Lembra sempre antes de dormir.
    Aliás,
    deves ter insônia ainda...
    Se bem conheço.

    Mas ser vítima ainda é mais confortável.
    Então, assim eu deixo.
    Demora mesmo p’ra se aprender
    que tudo é uma questão de escolha.
    E eu também fiz as minhas.
    Algumas boas,
    outras más.
    Paciência.

    Quero-te muito bem, saiba.
    Torço que um dia tenhas a mesma,
    ou ainda,
    mais que a minha sorte!
    Para que possas parar de reclamar as perdas.

    Que tenhas a mesma sorte
    Dos amores que cativo,
    das boas energias que aproximo.
    Das verdades da minha vida.
    Que só eu sei.
    Das mentiras que cedo ou tarde
    eu desmascaro dentro de mim.
    Mentiras sinceras que todo ser humano cultiva
    Mas que, ressalto: só a mim interessam.
    Desmascaro-as p’ra que eu continue caminhando em paz.

    Também te desejo
    Um pouco das vitórias que conquisto.
    Sinto-me mal às vezes por ter tanto.
    Mereço?
    Devo ter merecido em algum momento.

    Mas você também.
    Não se preocupe tanto comigo.
    Das perdas e dos erros
    só desejo a regeneração e o fortalecimento.

    Eu não desejo o mesmo que me desejas,
    querido inimigo que vestiu a carapuça.
    Eu desejo que consigas um dia ser realmente feliz.
    E mais que isso.
    Que consigas finalmente entender
    que um dia se perde,
    no outro se ganha.
    Portanto,
    não se incomode tanto comigo.
    Simples assim.

    ResponderExcluir
  7. Luisinho/ Inglaterra11 de fevereiro de 2009 18:41

    Acho desnecessario colocar este tipo de post aí d cima.
    so alimenta intrigas, fofocas e desrespeito ao proximo
    e ainda no lugar onde nao c tem nada haver

    ResponderExcluir
  8. Luisinho

    Aqui o Bacunauta manda...

    Realmente, são tantos comentários que na maioria das vezes não dá tempo de ler, e quando estou com muita tarefa, eu deixo o link de postagens liberado...
    Isso tem acontecido com uma certa frequência, por isso dos vários anônimos, estou pensando sériamente em bloquear definitivamente todos os comentários. Infelizmente.

    O problema é que algumas pessoas tentaram de todas as formas calar este meio de comunicação, tanto da administração passada como da atual. Referente a atual, a pessoa, veja bem, eu disse a pessoa que tentou foi de fácil identificação. Ainda tem um que não consigo identificar, este andou usando porcamente o meu nome em anexo, mas eu logo-logo acho, e gostaria de dizer que, este blog não é um blog de aluguel conforme ele comentou em um certo jornalzinho eletrônico, este blog veio para ficar, é totalmente diferente de você ter um público por obrigação, empurrar goela abaixo um e.mail falando um monte de baboseira. O blog não, se você não quiser acessar, você não acessa. Só para terem uma idéia, hoje a média é em torno de 500 acessos diários e um total de 60 comentários, é complicado gerênciar isto, pois tenho outros trabalhos a fazer, além de manter o meu público informado em tempo real. mas eu chego lá... rss

    Valeu meu amigo pela dica.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Pesso desculpa a todos pelo comentario principalmente a vc luisinho/Inglaterra
    apenas estava meio chateado com a história da maria fumaça e do carnaval! e espero que a direção do blog não bloqueie os comentários porque tenho certeza que pessoas ditas importantes na cidades olham os comentarios e mudam algumas de suas atitudes!
    me desculpem! obrigado pela oportunidade!
    ass: novo comentarista

    ResponderExcluir
  10. Tá perdoado... rsss

    Anônimo com coerência não tem problema não, você fez apenas um desabafo.

    Valeu!!!

    ResponderExcluir
  11. Esse cara sempre meteu o pau em mim e no Kleber. Agora o Kleber está na Receita Federal e vai cobrar esta dívida.


    http://www1.previdencia.gov.br/devedores/consvalor.asp?cnpj=16597079949000

    Ordenado por PROCESSO
    Se desejar mudar a ordenação, clique em uma das colunas de cabeçalho.
    A descrição das fases encontra-se na parte inferior da página

    NERVAL PIRES DA SILVA
    CEI/CNPJ raiz: 16597079949000

    Processo(s) cadastrado(s)
    UF CEI/CNPJ PROCESSO FASE VALOR (R$)
    PR 165.970.799-49 312439423 0608 5.374,26
    Total 5.374,26


    Descrição das fases da Dívida Ativa Previdenciária
    0608 - Suspensão da Ação Art.40 Lei 6830/80


    Dênis da Silva

    ResponderExcluir

COMENTÁRIOS SOMENTE COM CONTAS NO GOOGLE