quarta-feira, janeiro 20

ARREPENDIMENTO...

Dedico esta matérias aos meus queridos Bacunautas da Câmara Municipal que acessam todos os dias o blog...

... porém, uma dedicação em especial, a um membro quase vitalício desta casa... hehehe

O marido estava em seu leito de morte e chamou a esposa. Com voz rouca e já bem fraca, diz à mulher:

— Meu bem, chegue mais perto. Eu quero lhe fazer uma confissão!

— Não, não — respondeu a mulher. — Sossegue e fique quietinho aí, porque você não pode fazer esforço.

— Mas mulher — insistiu o marido. — Eu preciso morrer em paz! Eu quero confessar uma coisa que está me atormentando!

— Está bem, está bem! Pode falar!

— É o seguinte. Eu transei com a sua irmã, com a sua mãe e com a sua melhor amiga!

— Eu sei, eu sei — disse a mulher. — Agora fique quietinho para o veneno fazer efeito!!

Um comentário:

  1. este blog anda poluido: caem as bichas, entram as baratas.

    ResponderExcluir

COMENTÁRIOS SOMENTE COM CONTAS NO GOOGLE