quarta-feira, março 14

ENTRE FLAMENGO E CORINTHIANS


Por: Jeff Picanço

Alguém aí estes dias comparou Antonina com o Flamengo: todo mundo gosta, mas nunca dá certo. Mas há também a comparação com o Corinthians: a coisa até que vai, mas sempre mascada, difícil, sofrida, “com muita emoção”. Acompanhei, com interesse, os debates sobre a alteração do plano diretor da Deitada-a-beira-do-mar. Entre as idas e vindas, entendi que a prefeitura ia passando a coisa meio goela abaixo, com o beneplácito da Câmara de Vereadores e que atualmente, há uma ordem judicial impedindo alterações no dito Plano.

Lembro de que, nos anos 80, mais precisamente em 1986, houve a tentativa de instalar uma fabrica de dióxido de Titânio em nossa formosa baia. De um lado houve quem saudasse a altamente perigosa instalação com a geração de empregos. Do outro, levantou-se um grande clamor popular, que envolveu até os pescadores artesanais, dizendo que Antonina não queria ser uma “Nova Chernobil”. Um grande exagero e uma clara manipulação, por certo. Mas chamou atenção dos meios de comunicação da época: uma cidade em profunda crise econômica que resistia à industrialização tendo como bandeira a defesa do meio ambiente. Bichos raros. Deu no Fantástico e no Globo Repórter, que fez uma bela entrevista com a querida professora Iza Maria Azim, mãe de meu amigo Zé Paulo, hoje Secretario Municipal de Saúde.

Ou seja, a coisa não vem de hoje. Sempre que um novo estabelecimento industrial bate as portas da cidade, a cidade quer saber sim, o que tem por trás. É bom, é correto e faz bem à saúde. No entanto, é bom que se saiba, esse dilema entre meio ambiente e desenvolvimento é um falso dilema. Eu acredito que pode haver uma solução – e um compromisso – entre os dois termos da equação, que alguns acham incompatível. Acredito firmemente que, entre o ecochato mais chato e o desenvolvimentista burro (ou mal intencionado) há um sem-fim de pessoas sensatas que podem trazer solucionática às nossas velhas problemáticas, como diria onosso filósofo Dadá Maravilha. Ele que, aliás, à frente de seu tempo, sempre combinava a tecnologia do helicóptero com a leveza do beija-flor em seus gols memoráveis.

Podemos fabricar pregos, transportar fertilizantes, lavrar minério de ferro, criar camarões e software, e tudo com impactos ambientais que possam ser minimizados por técnicas adequadas. Basta querer e ter transparência. Se os cidadãos confiam na indústria que tem ao lado de suas casas, e se os gerentes forem responsáveis o suficiente, se tiver uma imprensa séria e responsável, o equilíbrio entre estes interesses poderá trazer bons resultados ao entorno e ao meio ambiente, ainda por cima gerando empregos. Claro que não é um equilíbrio fácil. É coisa dura, o cidadão tem que estar todo o tempo alerta, reclamando, fiscalizando. O poder público, claro está, não pode ser conivente com os interesses privados. Tem que ser convivente com os interesses públicos, pois pra isso foi eleito.

Antonina é um lugar de muitas belezas, que encantam a gente que aí chega. Tem um povo maravilhoso e acolhedor. Tem bons atracadouros, embora os esteja perdendo para o assoreamento da baia há décadas. Mas também tem um sentimento de autocomiseração, que o nosso Paulo“metido pra cacete” Cequinel, muito apropriadamente comentou esses dias, que é caso pra Freud, pra Jung e pra Pai Zinho de Obatalá, tudo junto e misturado. Antonina não é Parati, a mais belacidade, nem Santos, o mais movimentado porto, é só a bela e pacata Antonina, que é uma bela cidade à beira mar que tem um porto. Entre a perseguição de Paranaguá e a inveja de Morretes caminha o ego capelista, choroso e lamuriento. Menos, menos.
Tirante isso, tanto a cidade como o povo de Antonina já sabe isso de gerações, que é preciso ter discussão e transparência sobre estas indústrias que chegam. Os industriais, por outro lado, tem que saber também cativar corações e mentes dos eleitores, e não o bolso de prefeitos e vereadores. Ninguém nega um bom projeto, feito com lisura e que todos podem ganhar com isso. Simples, eficaz e eficiente como uma falta batida pelo Paulo Baier, nosso ex-jogador em atividade.

É possível conciliar Meio Ambiente e Desenvolvimento, esse é meu pensamento. Não podemos é nos encastelar em posições inconciliáveis, sem espaço para o dialogo, a discussão e o consenso. Por quem os sinos dobram em Antonina? Espero que pelas futuras gerações, com emprego, renda, e, também qualidade de vida e um meio ambiente equilibrado.  

18 comentários:

  1. O texto proporciona uma leitura prazerosa! Uma reflexão ao bom senso. Parabens...

    ResponderExcluir
  2. Texto vaselina. Vaselina pura. Espera todo mundo se ralar, depois vem dar uma de bomzinho ou de bembom... É fácil ser árbitro da briga, depois da briga. Venha cá levar no ôlho, meu velho, não fique falando de longe e acendendo uma vela pra deus e outra pro diabo.

    e você, Mamed - deixe de ser puxa-saco.

    ResponderExcluir
  3. É caro Nelton, ao redor de seu blog e dos outros tidos como de Antonina, existe muita gente que escreve bem, dizem palavras que buscam convencer com diversos discursos em defesa da saúde e do meio ambiente, mas infelizmente ou felizmente a maioria destes estão bem empregados. Queria ver se eles estivessem desempregados. Alguns destes tiveram que sair de Antonina para estarem empregados e ainda bem tiveram sucesso. Mas temos hoje vários jovens saindo de Antonina para trabalhar e não encontram empregos. MAS POR QUE SERÁ QUE TUDO ACHAMOS INDIGESTO PARA NOSSA CIDADE, SE OFERECESSEMOS PARA PARANAGUÁ, A POPULAÇÃO DELES ACEITARIAM ? Não lembro de ter assistido qualquer movimento daquela cidade contra criação de qualquer tipo de emprego. Mas em Antonina muita gente passa fome por falta de emprego. Mas os comentaristas tidos como inteligentes sempre estão de plantão para falar em meio ambiente, sem falar na fome do povo. Enfim, aquela empresa que foi condenada sem ter tido cometido crime algum, foi embora odiada pelo povo de Antonina e assim irão outras, porque os "inteligentes" não querem, sempre arrumam argumentos para manter a cidade nesta desgraça. Aquele ato espantou muitos empreendedores de Antonina. Mas os inteligentes continuam aí dando opiniões contra o emprego de Antonina e não adianta dizer que defendem o emprego, porque nunca permitiram que este ou aquele POLÍTICO/EMPREENDEDOR buscasse soluções. Sempre que alguém tomada iniciativa para busca de empregos surge um defensor da miséria. CHEGA, ESTOU COM NOJO DESTA TURMA. Por exemplo, por que que eles não criam um movimento para fechar a cidade, proibindo todo o acesso de caminhões na cidade ? São covardes não tem coragem. Por que não criam um movimento para custear a vida de alguns desempregados da cidade ? CHEGA CHEGA........

    ResponderExcluir
  4. meu amigo, V. se impressiona com a conversa fiada da prefeitura e do padre pregando a criação de emprego. A fortesolo vai dar emprego pra mais meia dúzia de boias frias cuja ciência da vida é 'levantar saco do chão', que hoje as operações são feitas por maquinário que exige OPERADOR ESPECIALIZADO.
    E assim vai. Hoje, essa de 'força braçal' está reduzido a alguns tipos de colheita, apenas. Na indústria, a 'varredor de chão'....
    E a questão é que a grande massa de desempregados aqui de Antonina são de trabalhadores braçais, com aptidão, quem sabe, para 'servente de predreiro'.

    a prefeitura e outras organizações sociais (igreja) deveriam, "ensinar a pescar pra quem ainda não sabe" Isto quer dizer:- é necessário que se criem CURSOS PROFISSIONALIZANTES, ou se proporcione meios de o pessoal interessado ir a Paranaguá fazê-los. O Kleber fez alguma coisa nesse sentido, por iniciativa unilateral de uma Pessoa mui competente que trabalha na prefeitura. Mas a coisa não vingou, por falta de apoio oficial.
    O atual prefeito foi com um dos secretários a uma cidade do norte do paraná que conseguiu criar grande parque industrial de confecção de roupas. Foi lá, tirou fotografias e nada fez por aqui....
    Essa é a questão, meu amigo. Não adianta a indústria pra dar emprego pra quem vem de fora com especilização na ponta da língua, que o pessoal daqui vai continuar desempregado.
    TENHA, ENTÃO, NOJO DOS POLÍTICOS QUE NADA FAZEM PELO APRIMORAMENTO PROFISSIONAL DO POVO NESTA TERRA.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo 12:42 / Estou contigo e não abro.

    Em antonina tem muito amigo urso. Vou contar a minha história.

    A vida nos ensina tantas lições, no final da década de setenta começo da de oitenta, aqui no Bairro do Asfalto saía por dia mais de cinco caminhões caixa de fósforo, cada caminhão desses com mais de cinquenta homens para irem para Araúcária trabalharem na contrução da Refinaria da Petrobrás, esses caminhões faziam o seguinte roteiro Portinho/Laranjeira/Ponta da Pita/Centro/Batel/Araucária. Duz\entos e cinquenta homens que todo dia iam trabalhar levantando as 3 ou 4 da manhã conforme o roteiro do caixa de fósforo, o pessoal da Pita tinha que levantar mais cedo para poder fazer e levar a sua quentinha, pois após as 5 da manhã nã tinha mais transporte para Araucária.

    E sabem vcs leitores quem era o "gato" - quem contrata os trabalhadores para a contrutora - o vereador Totico, graças a ele hoje sou muito bem aposentado, pois ele me deu a primeira oportunidade de trabalho, pois naquela época e hoje Antonina em materia de emprego é uma merda. No trecho eu me especializei e outro companheiros também, como sempre na vida uns conseguem e outros não, hoje sou muito bem aposentado e outros coelgas da mesma época, trabalhamos em Araucária/Foz/Tucurui/Salta Santiago/Salto Caxias/Foz do Areia...Acordava três e meia da ~manhã. minha mãe preparava a marmita, chegava em Araucária as 7 da manhã e ia até as 18 horas, pegava o caixa de fósforo as 7 da noite e chegava em Antonina lá pelas 10;30 da noite. Pensa que eu me arrenpo disso, jamais foi uma grande lição de vida. Pois fui ensinado pelo meu pai que gato com fome até sabão come.

    Agora voltando alição da da vida, eu que ajudei a contruir a Refinaria da Petrobrás com toda a turma do Batel - que era a maioria - mas a turma do centro e de outros bairros. Vem para o bairro do asfalto morar um petroleiro aposentado da Petrobrás para empatar fhoda usando a poluição como escudo dos seus estremismos, como disse o filho do seu DoDô no seu texto e o Natinho também, vamos pelo caminho do meio, vamos entrar num acordo.

    Cavalinho, obrigado, mas eu tinha que desabafar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FÃ DO BANCO DO SACO MURXO15 de março de 2012 09:34

      VC NÃO ACHA PARA QUEM FICOU MAIS DE 20 ANOS NO PODER COMO VEREADOR NÃO É MUITO POUCO PARA DEIXAR DE HISTORIA PARA UM BAIRRO COMO O BATEL DE TANTAS PESSOAS ILUSTRES. ME FALA UMA OUTRA COISA BOA QUE ESTE VEREADOR FEZ ALÉM DE ARRUMAR UM GATO PARA OS TRABALHADORES DO BAIRRO. DEVEMOS VOTAR EM QUEM AGORA. EM QUEM ARRUMOU OS EMPREGOS NO CONDOR.

      Excluir
  6. ATENÇÃO, MINHA GENTE:- TEM MÃE POBRI LEVANDO FILHO DUENTE NO HOSPITAR E A CRIANÇA NÃO É ATENDIDA PURQUE NÃO TEM MÉDICO PIDIATA!!!! SI QUISE QUE A CRIANÇA NÃO MORRA, TEM QUI TIRAR O PÃO DA MESA, PASSAR FOMI PRA ARRUMA DINHERO E IR A MORRETE, EM MÉDICO PARTICOLAR!!!

    VOTI, VOTI SIM EM PULÍTICO QUE FAIZ ESSAS RABANADS!!!! DIANTA MUITO A EPOCRISIA DE TAR FALANDO EM IMPREGO!!!

    ResponderExcluir
  7. PORQUE O SR FERTILIZANTE NAO FAZ SEUS BARRACOES DENTRO DO TERMINAL PONTA FELIX JA QUE SR FERTILIZANTE E DONO.PORQUE NINGUEM. DENUNCIA QUE O FERTILIZANTE ESTA SENDO ARMAZENADO NO IMOVEL DA LUBERBRAS.

    ResponderExcluir
  8. Neutinho meu amigo, as pessoas realmente não entendem ou se fazem de mal entendidos. Pelas matérias que vejo nos blogues sério, digo sérios porque são blogues que não se deixaram levar pelos cargos oferecidos pela prefeitura, um tipo de cala boca que você sabe muito bem como funciona. O Bacucu e uns três blogues não caíram no canto da sereia e mantiveram firme os seus pontos de vistas. E o que eu vejo é algumas pessoas induzidas sei lá por pressão as vezes do seu ofício empregatício, porque acredito que a maioria das pessoas que aqui comentam sobre o assunto da aprovação do Plano Diretor a favor da Fortesolo, são pessoas ligadas com a prefeitura e pior, são pessoas que mamam na teta do erário anos e anos, pulam de galho em galho, não tem uma opinião própria, pensam só neles e que se dane o resto. Essas pessoas não veem que a maneira que foi conduzida a história da mudança do Plano Diretor é fora da legalidade? Não estão vendo que o senhor prefeito teve quatro anos para trazer uma empresa limpa para Antonina e agora no fechar da cortina do seu mandato vem com essa empresa que com certeza acontecerá o que aconteceu na administração passada quando fez aquele elefante branco na frente do 29 de maio só para dizer que estava fazendo alguma coisa? Vejo pela matérias destes blogueiros que não se deixaram levar pela história de cargos e comissionados que eles não são contra o progresso, são contra a maneira que as coisas são feitas e pior são contra de que sé em época de eleição os políticos antoninenses são capaz de prometer até a volta do nosso senhor Jesus Cristo para cá, e o nosso povo sem mais esperança acreditam em tudo que lhes prometem. Uma pergunta que não quer me calar, porque a Fortesolo não fez este baaracão lá na Ponta do Félix em sua área, quem é o verdadeiro dono daquele terreno próximo ao posto de gasolina do Batel, quem são os reais beneficiados com a instalação de empresa de fertilizante em área residencial. E tem mais, se o Juiz viu arbitrariedade e cumpriu a lei mandando parar as obras vocês ainda acham que tanto o prefeito quanto a CMA que querem a mudança do Plano Diretor estão certos? Eu na minha simples ignorância não consigo ver ninguém contra o progresso de Antonina, vejo pessoas imbuídas para se faça a coisa certa, uma pena que meia duzia de pessoas como eu já disse aqui só veem o seu lado e não num todo. Neutinho obrigado pela oportunidade.

    ResponderExcluir
  9. Eu não me acho nem um pouco inteligente. mesmo tendo um bom emprego bem longe da Deitada-a-beira-do-mar eu insisto em falar e dar opiniões sobre minha terra, como disse certo anonimo ali em cima. Eu não faltei à minha terra quando ela mais precisou do meu pouco conhecimento, que isso fique bem claro. Mas, quando eu tento ser sensato, sou um estrangeiro, "tido como de Antonina". Todos os que vivem e pagam seus impostos em Antonina, mesmo sendo "estrangeiros", tem todo o direito de colocar sua opinião. Alias, coisa medíocre isso de desqualificar o oponente acusando-o de estrangeiro ou outras coisas. Coisa de fascista. Não, eu não sou inteligente. Eu sou é muito burro colocar meu tempo em considerações que vão ser discutidas de maneira estupida por gente que não tem a dignidade de assinar seu nome. Neutinho, mais uma vez obrigado pela oportunidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jeffinho, você tem cadeira cativa, camarote e outras mordomias aqui no Bacucu com Farinha, as suas crônicas engrandecem em muito os espaços neste blog, tenho certeza que os seus pensamentos e conhecimentos sempre fortalecerá para um debate saudável na nossa cidade, escassa de sensibilidade para com os irmão que hoje por força maior não fazem parte do seu dia-dia... mas que..., não os impedem de externar os seus pontos de vistas...

      ...obrigado você Jeffinho por escrever para este blog...

      Um abraço, e me ligue quando chegar.

      Neuton Pires

      Excluir
  10. Anônimo Mar 15, 2012 06:01 AM

    Que beleza!!!!!O sr. vem aqui neste blogue pensando que todos são otários, acusa as pessoas, não dá nomes e fica escondido.

    Quem são os outros blogs com cargo em comissão pelo seu dono?

    " pessoas que aqui comentam sobre o assunto da aprovação do Plano Diretor a favor da Fortesolo, são pessoas ligadas com a prefeitura " - Quem são essa "pessoas"? Nome , endereço, CPF.

    Essas pessoas não veem que a maneira que foi conduzida a história da mudança do Plano Diretor é fora da legalidade? Qual a ilegalidade foi cometida?

    Uma pergunta que não quer me calar, porque a Fortesolo não fez este baaracão lá na Ponta do Félix em sua área,...Sabe quem pode lhe dar esta resposta como já deu para a ADEMADAN é o CAP - Antonina

    quem é o verdadeiro dono daquele terreno próximo ao posto de gasolina do Batel, quem são os reais beneficiados com a instalação de empresa de fertilizante em área residencial.

    Vá no registro de imóveis de Antonina e peça uma certidão de regisatro de imóveis, como ela em mãos, daí vc faz um comentário com o nome do dono do terreno

    E tem mais, se o Juiz viu arbitrariedade e cumpriu a lei mandando parar as obras vocês ainda acham que tanto o prefeito quanto a CMA que querem a mudança do Plano Diretor estão certos?

    O juiz não viu arbitrariedade nenhuma, o juiz deu uma liminar, e não uma sentença. Quando um juiz dá uma liminar ele SANEOU o auto, isto quer dizer que ele quer ouvir a parte contrária, pois ele só analisou até o momento a provocação do Faernando Matarazzo, e ele quer o contraditório da prefeitura.


    Eu na minha simples ignorância não consigo ver ninguém contra o progresso de Antonina, vejo pessoas imbuídas para se faça a coisa certa, uma pena que meia duzia de pessoas como eu já disse aqui só veem o seu lado e não num todo. Neutinho obrigado pela oportunidade


    CONTINUE NA SUA IGNORÂNCIA, MAS A GUARDE PARA SI. NÃO FIQUE ACUSANDO PESSOAS PELO
    "DISQUE-ME...DISQUE-ME" FAZENDO O PAPEL DE BONZINHO. NÃO FAÇA COMO O VEREADOR IRMÃO DO EX-PREFEITO QUE VAI NO JEKITI PARA LANÇAR BOATOS.

    ACUSANDO PESSOAS SEM´POR O NOME DELAS É COISA DE FDP.

    ResponderExcluir
  11. Peço licença ao Neuton para divulgar minha postagem de hoje, que trata exatamente dessa prática de lançar acusações, ou anonimamente ou ofendendo sem citar o nome do ofendido.
    Refiro-me ao Paulo Roberto, apatifado locutor da Serra do Mar que hoje, sem citar meu nome, chamou-me de canalha.
    Não gosto de ser chamado de canalha mas, qualquer pessoa que julgar-me merecedor do epíteto, por gentileza, tenha a coragem e a hombridade de dizer meu nome.
    Meu nome é Paulo Roberto Cequinel, RG 847.060-0/PR, e afirmo que o Paulo Roberto da Serra do Mar é um pulha, um cagão e um jaguara.
    Para todos os fins, eximo meu amigo Neuton de qualquer responsabilidade por estas minhas afirmações, inclusive em juízo, se necessário.
    Quem tiver interesse pode ver aqui:
    http://prcequinel.blogspot.com/2012/03/resposta-paulo-roberto-apatifado-e.html

    ResponderExcluir
  12. Olá,achei interessante você ter notado meu comentário de ter comparado Antonina ao Flamengo,me chamo Marcos Felipe,sou neto do Farinha,moro em Curitiba mas sempre estou atento à política em Antonina.Concordo com tua comparação ao Corinthians também,só tem um detalhe,o Corinthians precisou ser rebaixado no brasileiro para ter que trocar o Presidente,na época Dualib,e entrar um cara novo que fez o Corinthians voltar a ser grande...Será que em Antonina precisaremos esperar este "rebaixamento" para Antonina voltar a ser grande?

    ResponderExcluir
  13. Meu Caro Marcos, obrigado pelo comentário. Eu tambem, como você, moro há muito tempo longe da terrinha mas nào largo a rapadura. Eu acho que Antonina foi rebaixada em março de 2011, mas está se reerguendo, apesar da politica, com a alegria e o trabalho dos proprios bagrinhos. Subi muito morro este ano com meus alunos e vi isso com meus proprios olhos. um abraço pra você e obrigado ao Neuton pela oportunidade.

    ResponderExcluir
  14. Caro amigo Neuton!
    Recebi um e-mail (anonimo),como diz Paulo Cequinel de UM CAGÃO DE MERDA, dizendo que não tenho moral para opinar sobre Antonina, e que eu deveria opinar sobre a ARABIA. Alem de cagão é muito burro. Para o Cagão anonimo, (gostei dessa) Sou mais Brasileiro que você, e muito mais Antoninense. Sou natural de Paranagua, porem vivi minha infancia e me criei em Antonina. Minha familia é de Antonina, Quando meu tio avô, ou seja irmão do meu avô( vai que ele não compreende) paterno imigrou para Antonina, acredito que nem seus pais haviam nascido. Minha familia ainda reside em Antonina gera empregos e impostos, e Eu pago meu IPTU em Antonina em dia! Portanto tenho sim muita moral para opinar e falar o que eu quiser, desde que não falte com respeito com ninguem. Quanto a Arabia, o que é a Arabia? um País? Conheço a Arabia Saudita. Ao Anonimo das 11:43 do dia 14, digo que não conheço o Jeff Picanço, nao puxei o saco como afirma. O Autor não se posiciona a favor ou contra apenas indaga uma serie de questionamentos.
    Obrigado Neuton!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...fique a vontade meu amigo Mamed...

      Excluir
    2. Neutinho, tem gente entendida escrevendo pro Bacucu mas sem assinatura, por favor, pro bem, dá uma filtrada na bacucuzada.
      Abraço.
      Mauricio Scarante (Masca)

      Excluir

COMENTÁRIOS SOMENTE COM CONTAS NO GOOGLE